A Última Música

quarta-feira, novembro 14, 2012


Ronnie está revoltada. Mais precisamente, desde os seus 14 anos, quando seus pais decidiram se separar. Desde então, Verônica Miller é uma garota rebelde, mal humorada e com raiva de tudo e de todos. Principalmente, de seu pai, que abandonou sua família e decidiu viajar o país como pianista. 

A raiva é tanta que Ronnie não fala com ele há 3 anos. Até que sua mãe decide que o melhor para Verônica e seu irmão, Jonah, é passar as férias na Carolina do Norte, onde seu pai, Steve, vive atualmente. Revoltada, Ronnie faz de tudo para evitar que seu pai se aproxime. E conta os dias para voltar para Nova Iorque e ficar bem longe dele. É quando conhece Will. 

Will é um jogador de vôlei e o jovem mais popular da cidade costeira, que conquista as meninas por onde passa. Inclusive, a agitada e rebelde Ronnie. Sua guarda, então, começa a abaixar e, ao lado de Will, Ronnie descobrirá que nem tudo é o que parece. 

Ao contrário do que possa parecer, A Última Música, de Nicholas Sparks, não é um livro apenas sobre o amor entre dois adolescentes, mas uma história sobre raiva, revolta, perdão e amor familiar. 

Nicholas Sparks não é meu autor preferido, e A Última Música está longe de fugir dos clichês que sempre assombram os livros de Sparks. Ainda assim, mesmo com falhas, o livro consegue emocionar e tocar o coração de quem se propõe ler a história de Verônica.

Há o mérito também de que o filme baseado na obra, protagonizado pela Miley Cyrus, é bastante parecido com o drama contado no livro

Leia Também

0 comentários

Os comentários desse blog são moderados, portanto só serão publicados após aprovação. Comentários com propagandas, divulgações e comentários pedindo para seguir não serão aprovados. Deixe o link do seu blog caso queira que eu retribua algo. Obrigada.

Instagram

Subscribe