O Jogo da Saudade

domingo, abril 14, 2013


Sinto falta do ontem, dos planos e sorrisos. Faz falta o seu jeito, a forma como me abraçava, sua respiração, e principalmente a segurança que tanto me passava. Como permitimos nos perder? Quando foi que largamos aquele amontoado de promessas? Talvez isso aconteceu quando decidimos tentar buscar novos objetivos, mas até hoje não me perdoei de ter quebrado a promessa de ficar mantendo contato com você. Passou anos e isso ainda me incomodava, pensei em te ligar, mas desanimei ao olhar a lista telefônica e não conter seu número. Envolve-me em outros abraços, afoguei meus lábios em outros desesperados, que assim como eu estava atrás de uma pessoa que o completasse, sem querer saber o endereço do seu velho passado.

Mas sabe quando aquela saudade te invade e não quer mais lhe deixar? Bem, é assim que estou neste exato momento, recordando. É até engraçado pensar em como a vida faz seu jogo e como somos péssimos jogadores, deixamos escapar não só sentimentos e pessoas, mas o objetivo de vida por pequenas distrações, não temos certeza, ou quando temos lá no meio do caminho acabamos notando que não era aquele percurso que queríamos ter tomado e, o que fazemos? Começamos do zero, alguns tem essa audácia, outros sentem medo e permanecem no caminho que elas não escolheram. Mas não por pena, é por não querer magoar mais quem esta do seu lado, no presente. Afinal, as escolhas têm que serem bem pensadas, e neste momento fazê-lo sofrer era a pior decisão, pois me envolve. E é com esta história que me fiz e não aquele pedacinho de saudade lá no passado.

Leia Também

0 comentários

Os comentários desse blog são moderados, portanto só serão publicados após aprovação. Comentários com propagandas, divulgações e comentários pedindo para seguir não serão aprovados. Deixe o link do seu blog caso queira que eu retribua algo. Obrigada.

Instagram

Subscribe